quarta-feira, 11 de novembro de 2009

"Herrar é umano" #6

Não leve a sério toda ordem que receber!
(ou cuidado com o link ao vivo da Globo. Ou ainda,
aprenda a agendar entrevistas... antes da Globo!)

Parece que esse é o mês do factual aqui no "dgp" pois, durante esse mês, nenhum "texto frio" (que poderia ser publicado a qualquer momento), tradição aqui no blog, foi postado. Mas fazer o que se a coisa anda "pegando fogo" em novembro, não é mesmo?!

Pois bem, ontem (10) ocorreu uma pane, causada, segundo o ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, por mau tempo e fortes ventos na subestação de Itaberá, em São Paulo, o que ocasionou uma falha na transmissão entre os estados de São Paulo e Paraná. Isso fez com que 18 estados do país (mais o Paraguai) fossem afetados ou ficassem totalmente no escuro, sem receber energia oriunda de Itaipú. O apagão começou por volta das 22:15 da noite e durou até o fim da madrugada. No Paraguai, a coisa durou somente 30 minutos, segundo autoridades locais. O ministro Lobão disse também que a transmissão da energia foi cortada automaticamente pelo sistema, para que se evitassem problemas maiores.

Pois bem, hoje (11) foi o dia para que os jornalistas buscassem respostas dos responsáveis por toda essa "confusão". Como não é fácil conseguir uma "exclusiva", acaba ocorrendo uma guerra velada entre os profissionais, para ver quem consegue ser mais rápido. Eu disse "velada", mas às vezes a coisa foge um pouco do controle, como nesse caso que vamos ver agora, que aconteceu hoje e, pra piorar ainda mais, ao vivo!

A repórter Venina Nunes, da Rede Record, estava buscando uma entrevista com o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, ao vivo para o programa "Hoje em Dia". Só que ela não contava com um detalhe: a "Globo News" também queria essa entrevista com Zimmermann, mas, ao contrário da equipe da Record, a da Globo havia "marcado hora" com o secretário executivo. Até aí nenhum problema, era só a equipe da Record esperar um pouquinho, como manda a ética do jornalismo, para poder entrevistá-lo. Mas quem disse que essa espera aconteceu? Celso Zucatelli, apresentador do "HeD", ficou atiçando a Venina para que ela tentasse de qualquer jeito entrevistar o secretário, já que ele não estava ao vivo e sim esperando pra entrar (uma espera longa, diga-se de passagem). Como o ditado que diz "o apressado come cru" não mente, dá uma olhada no que aconteceu...



Então fica a lição: quando você se deparar com um âncora "chato", que fica te mandando fazer algo que você sabe que vai dar errado (ainda mais num link ao vivo), tente aquele clássico "jogo de cintura" para contornar a situação (ou seja, invente uma desculpa), senão acontece com você o que aconteceu com a Venina Nunes... é engraçado de ver, mas na hora deve ter dado uma vergonha... (aliás, esse vídeo é o momento "vergonha alheia" da semana!!!).

Outra coisa... perceberam que esse foi o primeiro ataque físico da guerra"Globo X Record"?! Quem protagonizará o próximo round?!?!?!

P.S.: a cobertura ao vivo, via Twitter, do jornalismo UFAL sobre o apagão foi muito boa!!! Tô rindo até agora!

6 comentários:

Diego Reigoto disse...

A Record leva a briga pela audiência para um lado mais pessoal, provocativo e desrespeitoso. Claro que isso é comportamento de quem quer garantir qualquer pontinho na audiência. Como não conseguiu a entrevista, resolveu criar polêmica em cima do caso.

Acho que tanto a jornalista da Globo quanto o acessor do ministério ainda foram muito pacientes e educados.

Vergonha alheia total!

dEREK disse...

Iapois!
A "guerra" saiu do campo profissional e entrou no pessoal. Creio eu que a assim, a Record espera fazer com que algo nasça na cabeça do telespectador, que acabará comprando essa briga.
É muito improvável que aqueles que não são membros da Universal pensem assim, mas, vai saber, né?!

Cecill disse...

Eu morro de rir com essas briguinhas em rede nacional... A simpatia do Acessor do ministro é impressionante, teve aulas comigo? E adorei o "veneninho" do Zucatelli aparentemente ficando irado porque não conseguia a entrevista e mandando a pobre da repórter conseguir a qualquer custo a bendita ou maldita, vai saber...

Podemos notar a "democratização" da informação! É isso ai! Ditadura Globo News! ¬¬
Ai ai... Só fiquei com dó da repórter mesmo. Tadinha. Vergonha alheia é um sentimento tão vil >.<

Jabs Barros disse...

Legal seu blog e o título dessa sua postagem também. Sucesso!

dEREK disse...

Obrigado!!
=))
(Cecil... realmente, o acessor deve ter copiado seu estilo "calmo e sereno"!! kkkk)

Elayne Pontual disse...

Aiai, essas baixarias jornalísticas... =s