sexta-feira, 7 de agosto de 2009

@o_sms_da_internet

"Vai seguir outro, seu mala!"

O que começou como um serviço de microblogging acabou virando uma verdadeira mania mundial! Desde o surgimento das redes sociais, só se viu coisa parecida quando o Orkut "explodiu", atraindo milhares de usuários em todo o mundo e outros milhares no Brasil, onde o site criado pelo turco Orkut Buyukkoten (tente dizer esse nome três vezes bem rápido!!) virou uma verdadeira febre e o é até hoje. Com o Twitter, que foi criado por Jack Dorsey, aconteceu basicamente a mesma coisa. Antes era um reduto quase que totalmente estrangeiro, "até que apareceu o senador"... digo, até que apareceram os primeiros brasileiros, fazendo com que o serviço se tornasse tão popular por essas bandas quanto o Orkut, algumas vezes conseguindo ofuscar o site de relacionamentos "turco". Se bem que lá no fundo o Twitter é tão site de relacionamentos quanto qualquer outro.

Mas qual é a fórmula do sucesso de um site em que você fica "piando" (tweet, em inglês) para os outros, através de mensagens curtas de no máximo 140 caracteres? Bem... é essa mesmo! Através desse "pios", as pessoas conseguem se comunicar de maneira muito mais rápida do que num blog tradicional, como esse que você está lendo agora. E o melhor é que você pode atualizar seu perfil no sitepelo seu celular, através de mensagens sms, que geralmente são tão curtas quanto as mensagens postadas no Twitter.

Mas não pense que só as pessoas "físicas" estão aderindo à essa onda! Muito pelo contrário. É cada vez maior o número de empresas e instituições que estão aderindo ao serviço. Assim como os usuários "normais", as empresas "piam" suas principais novidades, fazendo com que o consumidor, seja informado de novidades constantemente. O mesmo vale para nós, ou melhor, para os jornalistas (sempre esqueço que ainda tô estudando pra ser um) e agências especializadas, que usam o serviço para dar notícias no momento em que acontecem (já falei disso num outro post). Isso gera um dinamismo sem precedentes!

O melhor de tudo é que o Twitter abre espaço para uma verdadeira socialização entre nós, os "moogles", e as pessoas ditas importantes (ou famosas, como quiser), pois é possível manter um diálogo com todos eles... quer dizer, com a grande maioria. E essa, creio eu, era a intenção do criador do site: fazer com que as pessoas jogassem converssa fora, não importando o quão famoso ou anônimo você seja.

Pessoalmente, eu achava o Twitter um pouco "bobo". Assim como eu fiz com o Orkut (e suas frivolidades), sempre ignorei os "pios" vindos dos twitteiros. Bem... assim como o Orkut, eu mudei radicalmente de ideia sobre o Twitter. Esse treco vicia!!! Tá certo que hoje em dia poucas pessoas levam a sério aquela pergunta estampada no topo da página do Twitter, "What are you doing?", mas... e daí? A internet é aberta mesmo, não?!

E aí, você já "piou" hoje?
Ah, e se for piar, me procure: www.twitter.com/derekgustavo !!

3 comentários:

Leandro Ribeiro disse...

simplismente viciado.

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Ludmila disse...

eu tenho 600 tweets. Piei demais. :/

Adoro seu texto, Derek, go on!

dEREK disse...

=D

Repetindo o que eu já disse antes...
"Esse treco vicia!!"
kkkkkkkkkkkk